fbpx

Três estratégias para vender na quarentena

Três estratégias para vender na quarentena

Neste post a gente te mostra 3 estratégias para vender na quarentena (mesmo se seu negócio estiver fechado!)

Que o período é de incertezas na vida pessoal e profissional, nós já sabemos. Mas, embora não tenhamos controle da situação geral, podemos (e devemos!) controlar o que está ao nosso alcance: nosso equilíbrio mental (já falamos sobre autocobrança e produtividade durante a quarentena aqui e aqui, respectivamente) e profissional.

Sim! Mesmo que tudo, principalmente as vendas, estejam em ritmo desacelerado, algumas estratégias podem te ajudar a manter os contatos de clientes, as vendas e seu relacionamento com seu público. Assim, você garante que o fluxo de sua empresa esteja ativo e saudável agora, além de conquistar e fidelizar clientes para o futuro.

Pensando nisso, separamos abaixo algumas dicas de vendas que funcionam muito bem em momentos como este que estamos vivendo, mas também em cenários normais – nós, por exemplo, sempre adotamos (e recomendamos) todas elas.

 

01

Lista de espera

Essa medida vem sendo adotada por muitas empresas, principalmente no segmento de bares e restaurantes. A ideia aqui é fazer as vendas dos produtos/serviços de forma antecipada, para que o cliente contrate agora e usufrua em dois ou três meses – ou quando a quarentena acabar. Assim, você garante o valor da venda e pode criar uma relação de longo prazo com seu cliente.
A lista de espera funciona muito bem mesmo durante períodos “normais”. Nós, na LeBear Design, já usamos muito essa técnica por estarmos com a agenda cheia, por exemplo.
 

02

Voucher de desconto

Facilitações de preços e condições são sempre uma forma interessante de atrair novas vendas. Na quarentena, funciona ainda como uma forma de fidelizar os clientes que estiverem com você durante o período. A ideia é oferecer uma vantagem – desconto na fidelização, facilidade de pagamento ou um “brinde” a quem comprar seu produto ou serviço agora, impulsionando uma venda maior ou a longo prazo.

Vale criar pacotes, estimular a indicação de clientes, ou, simplesmente, criar um preço especial para vendas contínuas, ou seja, oferecer a quem comprar agora um desconto ao contratar o serviço até o final do ano.

Vale lembrar que quanto mais personalizado o desconto, mais atrativo ele é para o público. Que tal presentear clientes antigos, por exemplo?
 

03

Consultorias

Todo mundo quer vender o peixe, mas, que tal ensinar a pescar?
Uma das nossas preferidas, a consultoria é uma ótima estratégia para ativar as vendas, por ampliar seu público e te dar relevância dentro da sua área de atuação. Isso porque você pode trabalhar apoiando o público final – aquele para o qual você já vende seu produto/serviço -, como forma de complementar a oferta, mas também oferecendo treinamentos para profissionais do seu segmento, que desejam atrair mais clientes ou melhorar seus posicionamentos no mercado.

Com diferentes formatos e durações, elas são possíveis em qualquer ramo de atividade: aulas virtuais para estilistas, confeiteiros e fotógrafos, mentorias personalizadas de marketing, finanças e até áreas da saúde.

Além disso, vale dizer que as consultorias são uma forma incrível de se reinventar! Você descobrirá outras perspectivas e opiniões em relação ao seu trabalho, aprenderá com as trocas entre você e seus clientes, e ainda desenvolverá novos aspectos da sua personalidade. Que tal o desafio?
 

Com as estratégias certas, passaremos por esse período com tranquilidade e com bastante trabalho – e clientes – nos próximos meses. Você já aplicou alguma dessas no seu negócio? Conte para nós como vão suas vendas, queremos ouvir suas experiências!

compartilhe:



Entre na conversa!

Deixe seu comentário ▽

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *