Como aumentar o seu preço (e por que você deve fazer isso)

Como aumentar o seu preço (e por que você deve fazer isso)

A precificação do seu serviço é sempre uma etapa delicada no processo de planejamento da sua empresa. Muitas vezes, temos dificuldade de analisar custos não tão claros (sim, até a depreciação da sua cadeira do escritório deve implicar no seu preço) ou, ao começar um novo negócio, decidimos um valor muito abaixo da média para “conquistar a clientela”.

O problema é que, conforme sua empresa vai crescendo, a conta começa a não fechar. Definir um preço abaixo do seu mínimo necessário significa que você terá que vender muito mais para ter o suficiente para pagar as contas, o que aumentará sua ansiedade e sua insegurança. Além disso, o acúmulo de trabalho pode comprometer a qualidade da sua entrega, e impedir que você se dedique a oferecer uma experiência de compra diferenciada, que é um dos principais fatores para a criação de um relacionamento duradouro com seus clientes.

 

Com tudo isso, uma coisa é clara: seja por precificar errado, pelo aumento do seu custo de produção ou inflação, uma hora você precisa aumentar o seu preço! Mas se ainda existe uma insegurança sobre a forma certa de fazer isso para não arriscar a sua base de clientes já existente, anote as dicas que separamos abaixo:

01

Avise a mudança e ofereça pedidos com o preço antigo por determinado período/h5>

É claro que mudar o seu preço da noite para o dia não é nada legal com seus clientes. Porém, você pode e deve avisá-los com antecedência para que eles possam se planejar. Comunique a mudança e a data em que ela irá acontecer, e ofereça aos clientes a possibilidade de fechar pedidos com o valor antigo durante um determinado período até que aconteça o reajuste. Assim, você demonstra transparência e proximidade, além de impulsionar as vendas a curto prazo.

02

Monte pacotes e promoções com o preço antigo

Ainda com o objetivo de reforçar o relacionamento com seus clientes, combine produtos ou entregas (oferecer o preço antigo no caso de compra combinada, motivar a compra prévia de uma sequência de serviços que podem ser realizados até o fim do ano, etc).

03

Ofereça vantagens especiais aos clientes antigos

Os clientes que já fazem parte da sua base precisam se sentir especiais, por isso, dedique-se a mostrar transparência a eles. Mande comunicados diretos por e-mail, abra um canal de perguntas e respostas e ofereça vantagens exclusivas (ex: prazo estendido para fechar o preço antigo, promoções exclusivas para serviços feitos ao longo do ano, etc). Mostre que você os valoriza!

04

Inclua serviços no seu preço – mesmo que eles já façam parte da sua entrega

Muito provavelmente sua entrega inclui diversos produtos e serviços que são parte de um todo. Se até hoje, você comunicou o seu trabalho como esse “todo”, aumentando o seu preço você deve destrinchar o que está incluso no valor. Ex: ao entregar um logotipo, pode ser que você já entregue, como parte do serviço, a estratégia de cores ou o manual de marca. Agora, agregue valor à sua entrega discriminando tudo o que ela inclui. Coisas simples, que já faziam parte do seu trabalho, podem ser entendidas como extras que ‘justificam’ o aumento do preço.

05

Respeite seu valor!

Por último, mas não menos importante: valorize-se. Entenda que o seu preço deve ser coerente com a sua entrega e sua dedicação a sua empresa, e um valor justo significa um negócio mais saudável e equilibrado. Se, ao longo do processo, ficar difícil manter a sua palavra, principalmente com clientes já fidelizados, leia este post sobre como aprender a dizer não de forma firme e amigável.

Os preços de tudo o que você consome sofrem reajustes a todo o momento, e, por isso, seu negócio deve se adaptar à realidade para se manter sustentável e vivo no mercado. Acredite no seu potencial e lembre-se: se o seu cliente não está disposto a pagar o seu valor, ele não é o cliente ideal para você.

Você já aumentou o seu preço? Quais foram as estratégias adotadas nesse processo? Conte para mim nos comentários!

compartilhe:


Entre na conversa!

Deixe seu comentário ▽

O seu endereço de e-mail não será publicado.