fbpx

Os 5 erros comuns que podem atrapalhar – e muito! – o crescimento da sua empresa

Empreender, sem dúvidas, é uma sequência de erros e acertos . Seja na criação do plano de negócio, na formação da equipe, na nossa saúde ou na escolha das pessoas que estão ao nosso redor. Isso mesmo: todos os fatores que influenciam na nossa vida influenciam, também, no nosso negócio. Sendo assim, devemos sempre reconhecer cada erro e acerto que cometemos em nossa vida pessoal e profissional, com o objetivo de aprender, entender, e, por fim, melhorar cada vez mais o funcionamento do seu negócio, e, é claro, da sua mente.

 

Fizemos uma lista com os principais erros cometidos por empreendedores, e a nossa sugestão de como driblá-los. Veja se você se identifica com algum:

 

01

Conselhos errados

Nossas avós estavam certas: se conselho fosse bom, não seria de graça.

Como empreendedor, você frequentemente quer e precisa ouvir o que pensam as pessoas de fora do seu negócio, e isso, às vezes, te faz receber palpites que podem não agregar, ou, pior, atrapalhar seu processo.

É fundamental buscar referências, suporte, ideias, e sugestões, mas é importante certificar-se de onde vêm os conselhos que recebemos. Qual é a relação da pessoa com o seu projeto? Ela tem alguma experiência na área? Por que ela pensa de determinada forma?

Um negócio é como um filho – todo mundo quer dar palpite na criação, mas só você, junto às suas fontes confiáveis, sabe o que é o melhor a ser feito.

Aceite conselhos, mas saiba filtrá-los na hora de agir!

 

02

Sombra do emprego fixo

Você já teve o pensamento de que um emprego regular com salário fixo vai aliviar a sua cabeça e você vai conseguir seguir seu negócio com mais tranquilidade durante seu tempo livre, em paralelo?

Pois é, é um pensamento comum.

Mas a verdade é que o maior segredo para fazer seu negócio ganhar forma e trazer resultados é a dedicação. É claro que você não vai se jogar com os dois pés, de cara, no seu novo projeto, mas é super importante balancear as prioridades para que você possa dedicar um tempo considerável a ele.

Se um trabalho fixo não te permite essa flexibilidade, talvez não seja a melhor opção para você no momento.

Tome decisões seguras e tranquilize-se, mas lembre-se sempre do seu propósito. Não se deixe levar pelo desespero!

 

03

Ansiedade

A ansiedade é um problema frequente para empreendedores (e tantas outras pessoas). O dinheiro, a insegurança, a pressa, a ambição, a dúvida… São tantas informações e perguntas girando em torno do nosso negócio que a nossa cabeça só encontra uma resposta: a ansiedade para resolver tudo de uma só vez, e, é claro, não conseguir resolver nada.

Não se esqueça, porém, que o seu corpo e sua mente formam a principal máquina do seu empreendimento, e não existe produtividade, rendimento ou concentração sem tranquilidade, calma e equilíbrio.

Assim, busque esse controle interior nas coisas que te fazem bem dão um pouco de respiro aos seus pensamentos. Além disso, procure práticas que estimulem o bom funcionamento da mente, como a meditação (apps como Insight Timer, Headspace e Calm podem te ajudar nesse processo!). Atividades que combinam benefícios físicos e mentais também são ótimas aliadas, como Yoga e Tai Chi Chuan.

Focar no autoconhecimento é um bom caminho para aliviar e acalmar a mente, além de te ajudar a encontrar as respostas que você procura, seja na vida profissional ou pessoal.

 

04

Falta de Planejamento

Como já falamos algumas vezes por aqui, o planejamento é fundamental em todas as etapas do empreendedorismo. Planejamento de tempo, de tarefas, de metas…

Planejar traz clareza na hora de definir seu plano de ação, gerenciar seus processos e tomar as decisões de forma mais consciente, o que, por consequência, te ajuda a obter melhores resultados.

Porém, o planejamento do seu negócio deve ser desenhado de uma forma que faça sentido para você: que seja coerente, factível e atenda às suas necessidades como empreendedor.

WORKSHOP GRATUITO:

Quer aprender mais sobre como se planejar? Clique aqui e se inscreva no meu Workshop Gratuito de Planejamento Estratégico.

 

05

Solidão

Como bem dizia Tom Jobim: “é impossível ser feliz sozinho”. E o mesmo vale para empreender. Como já dissemos, a fonte certa de ideias, sugestões, opiniões e conselhos te ajuda a enxergar seu negócio a partir de novas perspectivas e mantém sua criatividade em movimento.

Por isso, busque comunidades, grupos e redes de apoio que tenham a ver com você, com o segmento em que você escolheu atuar, com seus potenciais clientes, e que sejam formadas por pessoas que você admira no mercado.

Palpites, valores e objetivos em comum podem se tornar, até, novos projetos para o futuro!

DICA:

Se você já fez curso no Empreender com Afeto, pergunte para a Ana sobre o Clube do Afeto, essa comunidade está disponível para você!

 

Quais erros você já cometeu, que marcaram sua vida como empreendedor? Comente suas experiências e compartilhe conosco seus aprendizados!

compartilhe:

Entre na conversa!

Deixe seu comentário ▽

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *